Em busca de um título


O título de um livro é muito mais que somente um nome, é, junto com a capa, o primeiro contato do leitor com a sua obra, é a conexão com a sua ideia. O título deve ser um nome instigante, que aguce a curiosidades do leitor, que o atraia, o impressione e desperte nele um desejo em ler tudo que está contido naquelas páginas.

Fique atento!

Tenha muita atenção ao elaborar um título, esta não é uma empreitada fácil, simples e rápida. Dispense quanto tempo for necessário para chegar ao melhor nome, aquele nome que tem uma conexão com a sua história. Tenha em mente todos os meandros da sua obra, tudo o que a diferencia das demais, o que a torna única e singular, pois dentro dela pode existir aquela palavra, aquela frase, aquele gancho que irá lhe render uma inspiração e gerar um excelente título. Evite cair em clichês e títulos corriqueiros e populares, procure por algo ímpar, que seja original como a sua obra. Um bom título deve cumprir com primazia 02 atribuições principais:

1. Deixar claro para o leitor do que se trata o livro, mas sem revelar a essência da história;

2. Encantar e seduzir o leitor, trazer a atenção dele para a sua obra;

Não existem regras rígidas e absolutas, ou mesmo uma receita infalível para se criar um título de sucesso, mas alguns itens podem ser levados em conta na hora dessa escolha: evite nomes muito extensos, são de difícil memorização (mas como toda regra tem suas exceções, neste caso temos os livros acadêmicos, que podem ter títulos longos, porém objetivos acerca do tema que está sendo abordado), títulos com linguajar complexo e rebuscado, que dificulta a compreensão.

Títulos para todos os gostos

Procure por palavras que retratem a ideia principal do livro, que envolvam o leitor e o façam se sentir atraído pela obra. Utilize-se de alguns artifícios para dar destaque ao seu título, como o uso de elementos de mistério/conflito, que descrevem uma característica de ação, um conflito, sugerindo a história que se desenrolará no decorrer do livro. Podem ser usadas palavras de ação, com o emprego de verbos fortes indicando uma dinâmica, uma tensão, e que se aplicam muito bem a enredos de aventura. Outro recurso que pode ser explorado é o uso da linguagem poética, que, conforme o nome mesmo já diz, busca nos elementos poéticos a forma de apresentar a história, mas isso não significa ter carta branca para o uso indiscriminado de floreios, rimas. Você acha que acabou? Que nada! o universo de possibilidades para um título é vasto. Existe ainda a opção pelo uso de um nome no título, deixando claro sobre quem se trata a história. Algumas vezes esse elemento é usado para sugerir que existe algum tipo de mistério envolvendo esse personagem. Você também pode dar ênfase ao local, dando uma ideia de onde se passa toda a história e a sua importância para o desenrolar da trama. E existe ainda o recurso de títulos peculiares, abrangendo os aspectos inusitados, contrastantes da história.

A escolha é sua!

Use e abuse do poder das palavras, do poder que elas têm de despertar diferentes sentimentos nas pessoas, analise cada palavra, como se ela fosse única, sinta o impacto que ela causa, sinta a emoção que ela passa, afinal de contas um bom título atrai o leitor, o cativa, estimula a sua curiosidade e lhe apresenta a ideia do livro.

Não hesite, nem por um segundo, em pedir a opinião de pessoas próximas sobre o título escolhido por você para o seu livro, o feedback de quem está fora de todo esse processo pode ser bastante útil.  Anote todas as ideias que você recebeu e vá aprimorando-as, pode ser que você tenha um resultado surpreendente. Tenha sempre em mente que o título é uma das ferramentas que podem alavancar as vendas da sua obra, por isso esta etapa da produção exige de você todo o cuidado e atenção necessários, e em todas as demais etapas a OneBook estará ao seu lado. Fale conosco.